Nos dias 21 e 22 de novembro, a FTC celebra, em suas duas unidades, no Vale do São Francisco, o Dia da Consciência Negra. A programação é diversa e conta com Oficinas de Turbantes, Xilogravuras e Confecção de Instrumentos de Matriz Africana, palestras, mesa de debate e apresentações culturais como “Reisado de Mãe Jacinta”, “Ponto Poético” e “Cordelando no São Francisco”.

Para o professor do curso de Psicologia e organizador do evento, Rafael Cunha Araújo, datas como essa trazem à tona a possibilidade de contribuir para a formação crítica dos estudantes. “Como Instituição de Ensino Superior é muito importante promover atividades que possam contribuir com tais reflexões e com o combate ao racismo estrutural, além de possibilitar ações de responsabilidade social que contribuam com a sociedade”, ressalta Araújo.

Dia 20 de novembro marca o Dia Nacional da Consciência Negra, em alusão à data de morte de Zumbi dos Palmares. A data, que foi institucionalizada em 2003, é direcionada para reflexões acerca da necessidade de inserção do povo negro na sociedade brasileira, bem como o combate às desigualdades raciais. Ao mesmo tempo em que é uma data comemorativa, é também de luta e resistência.

Serviço:

Semana das Consciências Negras: a representatividade e suas vertentes

FTC Juazeiro – Dia 21/11

Oficina de Confecção de Instrumentos de Matriz Africana – 14h às 17:30h

Oficina de Turbantes – 16h às 18h

Palestra – Atendimento de Saúde no Quilombo – 18:30h

Apresentação : Cordelando no São Francisco

 

FTC Petrolina – Dia 22/11

Oficina de Confecção de Instrumentos de Matriz Africana – 14h às 17:30h

Oficina de Turbantes – 16h às 18h

Oficina de Xilogravuras – 14h às 17:30h

Mesa de discussão: Consciência Negra – Representatividade e suas vertentes – 18:30h

Apresentações: Reisado de Maria Jacinta e Ponto Poético com Cia Biruta de Teatro

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário