Estudantes do curso de Fisioterapia da Unesulbahia, faculdade da Rede UniFTC em Eunápolis, estiveram presentes no processo de produção de uma pesquisa sobre terapia intensiva no cenário pandêmico. O estudo foi apresentado no XX Simpósio Internacional de Fisioterapia Cardiorrespiratória e Fisioterapia em Terapia Intensiva, o maior evento da especialidade, que aconteceu em Florianópolis.

A pesquisa “Avaliação dos postos de trabalho do fisioterapeuta na unidade de terapia intensiva durante a pandemia da Covid19” traz uma análise focada nos fisioterapeutas da linha de frente. No total, cinco pessoas participaram do processo, sendo a autoria do texto pertencente ao coordenador Rodrigo Gonçalves dos Santos, juntamente com o professor Silas dos Santos Marques.

Além deles, o desenvolvimento do estudo também contou com a participação dos estudantes Alessandro Jatobá, Jéssica de Oliveira Pereira Marques e Nadja dos Santos Marques.

Durante a produção, os estudantes atuaram no processo de coleta de dados e informações, que contou com a criação de um formulário submetido a 450 profissionais de fisioterapia. “Foi elaborado o texto mediante a temática e a necessidade que a gente tinha de investigar o posto de trabalho do fisioterapeuta. A partir dessa coleta de dados, a gente fez um levantamento estatístico”, relata o coordenador.

Já o professor Silas dos Santos Marques acredita que a pesquisa futuramente será um auxílio para o desenvolvimento de medidas que irão melhorar a qualidade das condições de trabalho. Ele ainda compartilha que “foi um sentimento de satisfação imenso estar participando da produção de conhecimento”

A estudante Nadja dos Santos Marques relata que teve seu primeiro contato com produção de pesquisa científica através da Unesulbahia.

“Participar da realização de uma pesquisa é profundamente gratificante, pois é a possibilidade de contribuir para o desenvolvimento do conhecimento científico. E contribuir para a formulação de um resumo para um Simpósio Internacional é muito significativo, pois eventos assim mobilizam e estimulam cada vez mais tanto os profissionais da saúde quanto estudantes da área”, afirma Nadja.

O coordenador Rodrigo também pontua a importância da Unesulbahia neste âmbito, incentivando os professores e alunos na produção de material científico, assim fortalecendo cada vez mais a formação continuada do aluno e do docente e o vínculo com a instituição de ensino superior.