Pesquisa sobre saúde bucal e HIV de estudantes da Rede UniFTC vira capítulo de livro

Pesquisa sobre saúde bucal e HIV de estudantes da Rede UniFTC vira capítulo de livro

Uma pesquisa sobre saúde bucal e o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), realizada por nove estudantes e um professor de Odontologia da Faculdade UniFTC de Jequié, virou capítulo do terceiro volume do livro ‘Epistemologia, diagnóstico e intervenções em Odontologia’. Com o resultado dos estudos, os estudantes buscaram desenvolver a ideia de um aplicativo para ajudar profissionais e pacientes a diagnosticar com mais facilidade e rapidez os sintomas da doença na boca.

A análise intitulada “Manifestações orais em pacientes com HIV”, está presente no quinto capítulo do livro e contou com a participação do professor de Odontologia Heleno Vilar e dos estudantes Álex Leite Santos, Alexandre Rocha de Souza, Fernanda Santos Côrtes, Jônatas Cassiano Santos, Lidia Goes Santos, Luã Müller Pinheiro Santos, Lylian dos Santos Marinho Cruz, Nataly Evangelista Sales, Ohana Rocha Nery.

O propósito do aplicativo é facilitar o acesso à informação educativa, além de levar bem-estar e comodidade à comunidade, pontua o aluno Alexandre Rocha. “Nosso objetivo é alertar o paciente sobre essas manifestações e instruí-los a buscar um profissional adequado para diagnosticar ou tratar os sintomas”.

No material, os estudantes abordaram a história do HIV no Brasil e no mundo, além dos tipos de manifestações e as doenças periodontais (doenças na boca) que o HIV pode causar. O aluno Alexandre comenta ainda que este aplicativo proporciona uma qualidade de vida melhor para o paciente, que teria um diagnóstico em estágio inicial da doença.

Já a coordenadora do curso de Odontologia da Faculdade UniFTC de Jequié, Samylle Bertani, destaca a importância de uma instituição de ensino incentivar a produção acadêmica dos seus alunos.

“Muito além de formar profissionais, temos que formar mentes capazes de pensar e solucionar problemas da nossa sociedade. Esta pesquisa, com certeza, é o primeiro passo para que estes alunos possam trilhar um caminho de sucesso tanto no mercado de trabalho quanto na área acadêmica”, relata a coordenadora.

O estudante Alexandre Rocha de Souza também frisou a importância da UniFTC na construção desta pesquisa: “A UniFTC deu todo o suporte para que pudéssemos pesquisar e publicar. Graças a faculdade, hoje conseguimos levar mais informações, tanto para os profissionais quanto para os pacientes, relacionadas às manifestações orais de pacientes que contraíram o HIV”, concluiu.