Chamado pela mídia de “inimigo invisível”, o novo Coronavírus tem se mostrado um oponente incansável. Mas, do lado de cá do ringue, o vírus identificado na China em dezembro de 2019 tem encontrado um adversário à altura: um time de profissionais e cidadãos de todo o mundo que, diariamente, correm para encontrar a vacina que irá nos livra da Covid-19 ou soluções para aliviar os problemas gerados pela pandemia. Na Bahia, essa time ganhou o reforço dos estudantes da rede de ensino UniFTC.

Através do hackcathon Maratona de Ideias, proposto pela instituição, os estudantes receberam o desafio de pensar propostas inovadoras para lidar com a Covid-19. Na primeira fase da competição, realizada no último dia 25, equipes de todas as unidades da Rede UniFTC apresentaram seus projetos a bancas avaliadoras. 

Das equipes inscritas, nove foram premiadas por suas ideias e, entre elas, três participarão da etapa final da competição, que acontece no dia 15 de agosto. Conheça as finalistas:

  • Distance Control (Centro Universitário UniFTC de Salvador) – Aplicativo que, através do GPS, monitora espaços comuns para que o usuário possa evitar situações em que haja aglomeração. Uma de suas funcionalidades secundários, é a emissão de notificações sonoras e visuais sempre que usuários se aproximam mais do que é sugerido pela OMS; 

 

  • Jotae (Centro Universitário UniFTC de Feira de Santana) – Plataforma de jogos 2D idealizada para aliar diversão e conscientização sobre biossegurança, tudo pensado para o público infantil;

 

  • Zeca (Faculdade UniFTC de Itabuna) – Aplicativo acessível que facilita a interação entre o idoso e as ferramentas digitais, incluindo a família em sua rotina mesmo nos casos de isolamento social. 

A etapa final da Maratona de Ideias acontece on-line no dia 15 de agosto. Até lá, as três equipes terão o desafio de amadurecer seus projetos, que serão apresentados a um novo grupo de jurados.