Jornada de Nutrição marca comemoração ao Dia do Nutricionista em Jequié

Jornada de Nutrição marca comemoração ao Dia do Nutricionista em Jequié

Gênero, raça, etnia e classe social: aproximação no campo da alimentação e nutrição foi o tema central que movimentou professores, estudantes e convidados da Jornada de nutrição realizada pela coordenação do curso na FTC Jequié. Marcando o dia do Nutricionista, comemorado em 31 de agosto, os participantes foram convidados a pensar o atendimento nutricional de forma mais ampla e integrada as diversidades que compõem o sujeito nas esferas biológica, social, política e econômica.

A professora doutora Fran Demétrio, da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), foi convidada para tratar o tema central do evento trazendo uma perspectiva progressista de compreender o sujeito da clínica nutricional para além de uma perspectiva universal. “A proposta é fornecer elementos que contribuem para os estudantes pensarem o cuidado nutricional a partir de outras características que não são apenas biológicas. Na Sociologia e na Antropologia, são denominados como marcadores sociais da diferença. Estimular os participantes a pensarem sobre esse paciente considerando esses marcadores no cuidado e no planejamento dietético é fundamental para uma sociedade mais justa”, explicou.

Dentro da programação da Jornada, o professor mestre Antonio Carlos Santos Silva, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), apresentou o tema “Saúde e qualidade de vida da população negra do Brasil: tendência e superação” explorando a situações históricas do povo negro brasileiro no panorama dos processos discriminatórios ocorridos, apontando os processos de inserção no mercado de trabalho, na vida social e na Saúde Pública. “É fato que a população negra no Brasil não teve as mesmas oportunidades que os brancos. Por conta disso, o grau de vulnerabilidade do povo negro é maior. Apresentar essa reflexão aos estudantes de nutrição da FTC permite que visualizem este cenário histórico e entendam que existem políticas específicas de saúde para o cuidar nutricional de populações específicas”, disse.

Para a estudante do oitavo semestre de nutrição Alana Cidreira, entender o papel do nutricionista na saúde pública e sua atuação para a qualidade de vida das pessoas reforça o compromisso do profissional nutricionista. “Somos de uma geração onde as redes sociais são a fonte principal de informação para muitos. Mas o alerta é que ter um corpo saudável envolve muitos fatores. É aí que entra a atuação do Nutricionista”, afirmou.

A nutricionista Thaís Fernanda foi convidada para apresentar a palestra “O papel dos programas sociais na segurança alimentar e nutricional das famílias brasileiras”, ampliando a percepção sobre as conjunturas políticas que podem aumentar a insegurança alimentar e a fome extrema no país. “A política que vem sendo construída no Brasil tem relação direta com o contexto político. A atuação dos nutricionistas é extremamente importante para a consolidação e o avanço da Saúde Pública e a segurança alimentar dos brasileiros”, alertou.

A Jornada de nutrição da FTC Jequié foi concluída em um momento de confraternização onde foi servido um lanche preparado pelos estudantes, apresentando pratos como o sanduíche de taioba com queijo, brigadeiro de batata doce e chá de casca de maracujá.